Do mal para o bem – parte 3

Desculpem ter estado muito ausente no blog, mas nos últimos dias, para além de não ter muitas ideias, também não consegui vir muito ao computador. Mas, para vos contentar, trago a terceira parte da categoria “do mal para o bem”, onde escrevo a história dos personagens que trocaram de lado, narrada por eles mesmos. E hoje é a vez de Satã.

“Eu, era o senhor do mal, a reencaranção do rei demónio Satã! E fui criado com um único objectivo, matar Son Goku, para vingar o meu pai. E, o único sitio onde o podia enfrentar sem a intervenção de ninguém, era no torneio de artes marciais, e assim, para além de vingar o meu pai, também poderia ser declarado o mais forte do mundo.

No torneio, venci muito fácilmente as preliminares, e, nas eliminatórias, calhou-me lutar com Krillin, aquele careca amigo do Son Goku. Ele começou por atacar, lançando dois raios muito fracos das mãos, eu desviei-me, mas, ao contrário do que eu estava à espera, eles seguiram-me, por isso, lancei uns raios com os olhos que os destruiram. Mas, nesse momento, ele apareceu-me por trás, dando-me um murro na cara, e quando voltá-mos aoo ring, eletentou-me atacar, e fomos dando muitos murros, e, quando segui-mos para o ar, mandei-o quase para fora do ring, mas ele, quase antes de tocar no chão, começou a voar. Depois, quando voltá-mos ao ring, comecei a atacá-lo, e ele, lá acabou por desistir.

Na segunda fase, lutei com Shen, um velho muito estranho, que parecia não ter jeito nenhum para lutar. Logo ao inicio, ele usou um kiai para me mandar ao ar, e, assim que parei, ele saltou preparando-se para lançar outro, mas eu lancei-lhe uma bola de ki, que ele esquivou. E, nesse momento mandei-o para  o ring, mas ele conseguiu cair de pé, endireitando-se mesmo no último momento. Eu tentei dar-lhe um murrro, mas ele desviou-se mesmo no último momento e apareceu-me por trás, mandando-me para dentro do chão, e apareci do outro lado do ring. Depois de um pouco de conversa, descobri que ele era Todo Poderoso no corpo de um terrestre qualquer. E ele preparou-se para lançar mais um ataque, o Mafuba, com ele ia fechar-me dentro de uma garrafa. Mas eu preparei uma maneira de me defender dessa técnica, o contra-mafuba, assim acabei por fechar Todo Poderoso, não o terrestre, e para me certificar de que ele não fugia, comi a garrafa.

Finalmente, na final, lutei com Son Goku. Logo ao inicio, começá-mos a dar tudo, com murros pontapés e bolas de ki, o combate estava muito rivalizado. Depois de muita luta, causei uma grande explosão, longe do ring que ele conseguiu esquivar, e a partir dai começou a ser mais interessante. Son Goku preparou-se para me lançar um kamehameha, e eu lancei um raio de energia sem nome e os dois ataques chocaram, mas, o ataque daquele miserável era mais forte que o meu e conseguiu empurrá-lo para mim, mas eu consegui sobreviver. Ai percebi que a coisa estava a ficar feia, e, comecei logo por aterrorizar o públicooo contando a verdade, eu era Satã e o meu reinado voltara. Assim, o público fugiu todo, dando-nos uma maior facilidade de combater.

Assim, decidi utilizar outra técnica minha, e tornei-me gigante, assim comecei a atacá-lo, mas, de repente ele saltou e entrou dentro de mim, tirando a garrafa onde estava Todo Poderoso, aquele miserável voltara a prepararme uma armadilha. Assim, eu voltei ao tamanho normal e retomá-los ao combate, mas desta vez com muito mais força. Eu fiz uma grande explosão que fez do ring um monte de areia, mas, ele conseguiu sobreviver, começando-me logo a atacar com murros e pontapés, e quando me atirou ao chão saltou para me lançar um kamehameha que me deixou semi-enterrado, e aproveitei que o Son Goku estava distraido, para lançar um raio que lhe trespassou o peito, depois comecei a atacá-lo e ainda lhe feri o braço.

Depois, fui para o ar para lançar o raio final, aquele raio fez uma explosão práticamente impossivel de esquivar, e, depois do pó desaparecer, vi que não estava ninguém no ring, o que significava que eu tinha ganho! Mas, de repente vejo-o a voar na minha direcção com tal força que me atirou para fora do ring. Todo Poderoso ia para me matar, quando Son Goku lhe pediu que não o fizesse, e deu-me um feijão que me curou, assim, combiná-mos que um dia nos iria-mo-nos reenfrentar.

Son Goku contra Satã, um combate de Titãs

Eu parti para treinar para a minha vingança, mas, cinco anos depois conteceu uma coisa que me obrigou a parar de pensar em vingar-me de Son Goku. Eu estava a meio do meu treino, quando senti uma poderosa energia a vir na minha direcção, ao inicio pensei ser Son Goku, mas não, era uma energia muito mais poderosa e vinha na minha direcção.

  Era um homem com uma cauda, cabelo muito comprido e uma armadura esquisita, ele era muito mais forte que eu, mas, mesmo assim não me rendi. Lanceio-lhe uma bola de energia, que a alguém como Son Goku tinha no minimo rasgado-lhe a roupa toda, mas a ele não conteceu neda, nem um arranhão. Ele ia-me atacar, mas de repente a máquina que ele tinha na orelha começou a apitar e ele foi-se embora sem dizer nada. Eu fui atrás dele, mas ele era muito rápido, e cheguei um bocado depois ao seu destino, era a casa onde viviam alguns amigos de Son Goku, eu escondi-me e vi a cena toda, o homem a atacar Son Goku e a levar o seu filho. Quando garanti que ele se foi embora, apareci.

  Disse a Son Goku que iria com ele lutar com o homem (que dizia chamar-se Raditz), e depois ajustaria contas com ele. Fomos os dois a voar na direcção dele, e quando lá chagá-mos, já ele tinha fechado Son Gohan na nave onde veio e preparava-se para lutar connosco. Assim, começá-mos a luta, ele era muito rápido, nós os dois juntos mal podia-mos com ele, e, depois de levar-mos muito, eu decidi mostrar a Son Goku o meu novo ataque, com o qual mataria Raditz, e, depois do combate Son Goku. Mas, precisava de algum tempo para preparar o ataque, e assim, Son Goku foi distrai-lo. E quando Raditz lhe ia dar o golpe final, o meu ataque estava pronto, o Makankoussapo! Mas, pra azar nosso, ele conseguiu desviar-se e só lhe parti parte da armadura. Mas de repente, Son Goku agarrou-o pela cauda, e ele sentiu-se muito enfraquecido, caindo no chão, mas, como conhecia a ingenuidade de Son Goku, começou a dizer que se iria embora e não faria mal a ninguém, o que o convenceu. Mas, assim que Son Goku o largou, ele atirou-o ao chão e preparava-se para o matar. Mas, de repente, apareceu Son Gohan, que partiu a nave de Raditz e deu uma cabeçada em Raditz, que só o mandou um passo para trás, e, deu-lhe logo um murro que o deixou sem sentidos. E nesse momento, Son Goku apareceu por trás, agarrando Raditz de modo a ele não se conseguir mexer, e pediu-e para lançar o Makankoussapo. Assim, eu lancei o ataque que matou os dois, no preciso momento em que os outros amigos de Son Goku chegavam. Mas, antes de morrer, Raditz disse que dentro de um ano, chegariam outros dois guerrreiros, muito mais fortes que ele.

  Eu levei Son Gohan para treinar, pois sabia que ele tinha um grande poder escondido, que seria muito útil contra os guerreiros do espaço, e os amigos de Son Goku foram todos treinar com Todo Poderoso. Mais tarde, no deserto, quando eu sá estava sozinho com Son Gohan, ele acordou, e ao saber  do que aconteceu a Son Goku, começou a chorar. Obviamente não acreditou à primeira quando eu lhe contei dos seus poderes, e para prová-lo, atirei-o contra uma montanha, e, quando ele estava quase a chocar, fez uma coisa que nem eu conseguia fazer, destruiu a montanha e ainda deixou uma grande marca do seu ataque.

  O treino dele consistiria em duas partes, primeiro, iria passar seis meses inteiros no deserto, apenas acompanhado dos animais que lá viviam. Mas, para garantir que ele não morria, fui vigiando sem ele me ver. Logo no primeiro dia, viu-se obrigado a subir uma grande montanha (sem seber como), devido a uma manada de dinossauros que ia na direcção dele. E assim, teve que lá ficar a dormir, mas, de repente acordou, e olhou para a luta, estava cheia. Ele começou a ficar estranho, como se fosse rebentar, e de repente começa a crescer, e foram-lhe crescendo pelos, acabando por se transformar num macaco gigante, ele começou a destruir tudo, e visto que conseguia resistir aos meus ataques, não tive outra escolha senão destruir a lua. Ele voltou ao normal, e eu arranquei-lhe a cauda, dei-lhe uma roupa igual à de Son Goku e uma espada. Assim, fui acompanhando o treino dele, e notei que ele evoluiu muito.

  Os seis meses passaram, e agora Son Gohan estava prerparado para o treino a sério, os nossos treinos eram simplesmente passar oo dia inteiro a lutar, parando apenas para comer e dormir. Em menos de u,m ano, deixara de ser um bébé chorão e passara a ser um forte guerreiro (mas não forte o suficiente para mim).

O treino de Son Gohan, foi muito duro para ele...

  E, um mês antes da altura esperada, dois enormes kis chegaram à Terra, eram eles, os guerreiros do espaço! Eu e Son Gohan estavamos no meio do deserto, pois eles vinham na nossa direcção, quando apareceu Krillin, depois de um pouco de conversa, eles apareceram. Um era grande, e o seu poder era muito forte, e o pequeno, tinha uma força que nem eu, Son Gohan e os amigos de Son Goku todos juntos conseguiria-mos alcançar, a única esperança era Son Goku, que por esta altura já devia de vir a caminho, e mesmo assim, nã sabiamos se ele tinha poder suficiente para vence-lo.

  Em vez de começarem logo a lutar, o maior dos guerreiros do espaço, pegou num frasco com umas sementes, e pô-las debaixo da Terra, e rápidamente, sairam de lá seis criaturas verdes, que eram muito ágeis e rápidas. E, nesse momento, chegaram Yamcha, Ten Shin Han e Chaoz. Então, eles decidiram fazer uma espécie de jogo, como os bichos deles eram seis, e nós também, cada um de nós lutaria contra um deles, depois se sobrevivesse-mos enfrentariamos eles os dois.

  Primeiro foi Ten Shin Han, que venceu fácilmente o seu adversário (não vou estar aqui a resumir os combates dos outros). Depois foi Yamcha, o combate foi mais rivalizado, mas com um kamehameha, Yamcha deixou-o supostamente morto, mas quando parecia que ele tinha ganho, o Saibaman saltou-lhe por trás e explodu, matando-os aos dois. Krillin, furioso lançou um ataque semlhante ao que me lançou no torneio de artes marciais, mas, em fez de serem só dois raios, era um, que quando chegou ao céu se dividiu em vários, que matou todos os saibamans, menos um que se escondeu, e foi na direcção dos guerreiros do espaço, que para espanto de todos, estavam sem um arranhão. O saibaman que se escondeu, saltou para cima de Son Gohan, mas, antes que ele lhe pudesse tocar, eu atirei-o ao ar, e lancei um raio da boca que o matou.

  Agora o verdadeiro terror estava para começar, o maior dos guerreiros do espaço preparava-se para atacar. Primeiro atacou Tan Shin Han, e só com um murro, cortou-lhe metade do braço esquerdo, e quando se preparava para dar um murro com ainda mais força, Ten Shin Han saltou, o guerreiro do espaço foi atrás dele e mandou-o para o chão com tal força que já mal se conseguia mexer. Krillin, furioso, saltou na direcção dele. O guerreiro do espaço só mexeu o braço e causou uma enorme explosão, da qual Krillin escapou por pouco. De repente, repará-mos que Chaoz já não estava connosto, estava nas costas do guerreiro do espaço, que se tentava livrar dele. De repente explodiu! Nós pansá-mos que o guerreiro do espaço tinha explodido com ele, mas não, tinha apenas uns arranhões.

  Ten Shin Han, que já se tinha posto de pé estava furioso, e agora o guerreiro do espaço ia na direcção dele. Eu e Krillin fomos os dois na direcção dele, e atacá-mo-lo, mandando-o na direcção de Son Gohan, que devia ter dado o golpe final no monstro, mas aquele cobarde em vez de o fazer fugi com medo. E o guerreiro do espaço pôs-se outra vez direito, e antes que algum de nós reparasse, já Tan Shin an lançava um kikoho com tanta energia que mataria qualquer um de nós, mas, o guerreiro do espaço conseguiu sobreviver. E, devido à energia gasta, Ten Shin Han morreu. A seguir seria ou a minha vez ou a de Krillin, ele vinha na nossa direcção, quando o outro guerreiro do espaço o mandou parar, e disse que esperariamos três horas por Son Goku, se ele não chagasse, continuariamos o combate sem ele.

  As três horas passaram, e nem sinal de Son Goku, pelo que tivemos que retomar a luta. Nós fizemos outro plano de ataque, e desta vez, Son Gohan não podia falhar, Krillin saltou para cima do gerreiro do espaço, preparando-se para atacar, e, antes de chegar ao pé dele, lançou um raio para o chão que o fez ir para cima, e, aproveitando a distracção dele, eu apareci por trás e agarrei-o pela cauda, o seu ponto fraco, e entretanto, Son Gohan preparava-se para o atacar. Mas ao contrário do que esperávamos, ele conseguiu resistir, antes de Son Gohan chegar perto dele, ele deu-me com o cotovelo na cabeça, deixando-me quase atordoado, depois, eles explicaram: durante a viagem para cá, eles estiveram a treinar as suas caudas, de modo a estas não se tornarem os seus pontos fracos.

  Depois, o guerreiro do espaço atacou Son Gohan, dando-lhe um potapé com tanta força que ele foi direito a umas rochas, e estas cairam-lhe em cima. E quando ele se ppreparava para lhe dar outro golpe, Krillin apareceu e deu-lhe uns murros e pontapés, acabando por se afastar depois do ataque, e quando ele ia na sua direcção, Krillin lançou-lhe um disco de ki, que este conseguiu esquivar, com um corte na cara. Entretanto eu, que já me tinha recomposto lancei-lhe um raio pelas costas, que o deixou com uma grande marca. De repente, todos senti-mos uma grande energia a aproximar-se, era Son Goku, ele vinha a caminho😀 ! Agora, o alvo do guerreiro do espaço, voltara a ser Son Gohan. Ele ia na sua direcção, e eu ia atrás, para o tentar evitar, e, ao contrário do que eu esperava, Son Gohan deu-lhe um grande pontapé na cara, que o mendou direito a umas rochas.

  Furioso, o guerreiro do espaço lançou um raio para cima de Son Gohan, e eu, fui direito a ele, pondo-me à frente de Son Gohan. Eu não sei o que me deu, foi como uma força a puxar-me naquela direcção dizendo-me que o devia salvar, Son Goku e Son Gohan acabaram por me contagiar com a sua bondade, trocar a minha vida pela dum simples miudo?!?”

Esta entrada foi publicada em Todos. ligação permanente.

2 respostas a Do mal para o bem – parte 3

  1. markdbz diz:

    Bom post!
    Gostei muito do resumo.
    Realmente Satã tem uma grande importância em Dragon Ball, foi um dos grandes vilões e um dos grandes guerreiros, para além de o melhor amigo de Son Goku.

  2. Son Gohan diz:

    é mesmo

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s