Auto-Biografia de Freezer

  Desculpem não ter publicado nos últimos dias, mas aqui está o trabalho desses dias:

Aqui está um resumo da vida de Freezer, mesmo saido da boca do vilão, pois encontrei-o numa loja.

  “Eu desde sempre era o mais poderoso do universo, aliás era o imperador. Tinha imensos planetas, e vários povos a tralhar para mim, a minha vida era perfeita, até aparecerem aqueles miseráveis guerreiros do espaço! Eles eram sem duvida fracos, mas se se juntassem corria o perigo de não lhes resistir, por isso tive de os extreminar a todos. E a úmica forma deo fazer era destruido o planeta deles, o planeta Vegeta. Quando me dirigia para lá, só que quando ia destruir o planeta houve um que me tentou resistir, mas claro não me venceu. Por acaso houveram três que sobreviveram, Vegeta, Raditz e Nappa. Felizmente consegui convencê-los de que um meteorito que destruiu o planeta deles. Sem meio de saida, trabalharam para mim. Até há minha ida ao planeta Namek.

  Veio-me de fontes confidenciais que no planeta Namek haviam umas bolas mágicas chamadas bolas de cristal que realizavam qualquer desejo. Por isso fui lá para adquirir a vida eterna, com um grande exercito, e os meus dois braços direitos Zarbon e Dodoria. Para me estragar os planos, Vegeta também lá estava. Mas nada me ia impedir de adquirir a vida eterna, por isso fui atacando as aldeias, para que me entregassem as bolas de cristal, quando estava a atacar a quinta aldeia, apareceram três Nameks que ofereceram resistencia, o poder de luta deles era muito baixo, mas conseguiram matar todo o exercito menos Zarbon e Dodoria. E de repente, o chefe da aldeia começou a destruir os scouters de todos os soldados. Furioso, Dodoria atacou-o mas mesmo antes de o golpear, pedi-lhe que matasse primeiro os três Nameks que tinham morto o exercito e ele matou-os fácilmente. Depois pedi ao chefe que me desse  a bola de cristal, mas ele mandou-me promenter que não matava as duas crianças que ali estavam. Eu aceitei, mas quando ele me deu matei um, e Dodoria matou o chefe. E quandoDodoria ia matar o segundo miudo, apareceu outro que lhe deu um pontapé e fugiu com ele. Dodoria foi atrás dele, mas como estava a demorar muito, mandei o Zarbon e um membro do exercito que conseguiu sobreviver. Entretanto eu fui para a nave, levando as bolas de cristal comigo.

  Passado algum tempo, apareceu Zarbon que me disse que tinha vencido Vegeta numa luta e que Dodoria estava morto, e o membro do exercito, apareceu mesmo depois a dizer que encontrou uma aldeia, mas que já estava em ruinas.  Isso só podia ser acto do miserável Vegeta. Então mandei Zarbon ir buscar Vegeta para ele ser curado e dizer-me onde estava a bola de cristal. Mas depois de ser curado em vez de me dizer onde estava a bola de cristal fugiu comas minhas também! Aquele miserável! Perante tal “traição”, vi-me obrigado a chamar as Forças Especiais de Ginyu. Assim que chegaram mandeios buscar as bolas de cristal, e mais tarde veio ter comigo o capitão Ginyu, com as sete, mas quando pedi o desejo, não aconteceu nada. Depois lembrei-me de que um Namek disse que mesmo com as sete bolas de cristal não conseguiria realizar o meu desejo. Por isso fui ao único sitio onde restavam Nameks, ao chegar cruzei-me com um miudo que acabava de sair e outro adulto foi-me “abrir a porta”. Eu pedi-lhe que me dissé-se como pedir o meu desejo às bolas de cristal, mas ele respondeu que não dizia que quem era mau, por isso fiz um buraco na parede da casa, e lá estava um Namek maior que os outros que eu já vi.

  Ele disse que eu primeiro teria de lutar com o Namek que me abriu a porta, cujo nome era Nail. Por isso fomos para baixo lutar. Ele tentou resistir, mas não tevehipóteses, mas eu deixei o combate continuar. Mas depois de uma luta muitissimo vantajosa para mim, ele isse que só estava atentar aguentar-me, pois em breve já teriam pedido os desejos às bolas de cristal, por isso atordoei-o e segui caminho até à minha nave. A meio caminho, o céu escureceu, o que eu estranhei, pois neste planeta era sempre dia. Qunado já estava quase a chegar, vi um dragão ao longe, por isso aprecei-me para á mas mesmo antes de chegar, as bolas de cristal tinham-se tornado pedra.

E lá estavam eles, Vegeta, o miudo que se crusou comigo e os dois terráqueos. Eu Vegeta começá-mos primeiro a lutar, e ele tinha a mesma força que eu! Por isso vi-me obrigado a ir para a minha segunda forma. O primeiro que ataquei nessa forma foi o careca, trespasseio com um corno e mandei-o para a água, o outro miudo furioso atacou-me com muita força, mas consegui domá-lo, entretanto o miudo Namek foi buscar o careca. De repente apareceu outro namek adulto, que se chamava Satã. Desta vez foi ele a lutar comigo, espantosamente, ele estava com uma enorme vantagem, por iso, mais uma vez tive de me transformar. Ai começei-lhe a lançar pequenos raios de energia, mas de repente o miudo que me atacou há pouco voltou a atacar-me, com um poderoso raio de energia, mas consegui repeli-lo na direcção dele e o Satã desviou o raio. Por isso, mais uma vez tive de me transformar, para a minha última transformação! Assim que me transformei matei o miudo Namek, pois ele tinha o poder de curar pessoas feridas. Depois disso aproximei-me do careca do Satã e do outro miudo. Eles tentaram atacar-me deses peradamente, mas sem qualquer efeito. Depois veio o imbecil do Vegeta que dsse que era o super guerreiro, mas essa lenda era só uma invenção, não havia ninguém no universo  mais forte que eu! Ele tentou atacar-me, mas não me fez nada, claro. Mas quando ia a matá-lo apareceu mais um, um guerreiro do espaço chamado Son Goku. Os outros ficaram muito felizes ao vê-lo, por isso devia ser mais forte que o Vegeta. Finalmente alguém interessante para lutar. Tentei atacá-lo com vários raios de energia, mas ele conseguiu repeli-los  a todos. Depois começámos a lutar. Foi uma luta muito rivalizada, mas a certa altura decidi aumentar o meu poder para cinquenta por cento. Ai fiquei com completa vantagem, e só para o assustar fiz um enorme buraco no planeta. Mas de repente ele ficou encarnado e lançou-me um raio de energia azul, eu consegui defender-me só com uma mão, mas fiquei com ela toda queimada! Depois disso, ele ficou mesmo cansado mas conseguiu ainda perparar um navo ataque. Levantou os braços e não aconteceu nada, mesmo que o ataque fosse muito forte não teria hipoteses contra mim. Mas de repente vi em cima uma luz azul! Então era isso que estava a tramar! Mas de repente o Satã apareceu e começou a lutar comigo, com desvantagem outra vez, mas depois senti dois ataques a quemarem-me as costas, eram os dois miudos! Quando comecei a voar prara lhes dar o golpe final, apercebi-me de uma luz atrás de mim, o ataque do Son Goku estava pronto, e era mais poderoso do que pensava! Pensei que ia morrer, mas por sorte consegui sobreviver, mas muito ferido.

  Quando reapareci os outros ficaram aterrorizados. Qundo ia a matar o Son Goku com um raio de energia o Satã meteu-se à frente e quase morreu. Depois, fiz explodir o careca. Ai o Son Goku começou a ficar estranho, mas de repente apercebi-me, ele era um super guerreiro! Ele estava mesmo furioso! Depois mandou o filho embora com o Satã. Depois disso, o Son Goku veio lutar comigo, ele estava realmente forte, mas por vezes consegui defender-me. A certa altura lancei um ataque que destruiria o planeta em cinco minutos! Em seguida, aumentei o meu poder para cem por cento. Ai a luta ficou rivalizada, a certa altura vi o dragão sagrado, mas quando me dirigi a ele, já miudo Namek tinha pedido o desejo, e todos foram para um planeta chamado Terra e o Son Goku e eu ficá-mos cá para lutar. A luta continuou rivalizada, mas a pouco e pouco, eu fui perdendo o meu poder e no último momento peparei-me pa dar o golpe final, lancei dois discos na direcção do Son Goku, mas ele conseguiu fugir até que acidental mente me cortei a mim mesmo, um praço e as pernas, mas consegui sobreviver. Depois de muito implorar, o Son Goku deu-me um pouco de energia, e já me consegui suspender no ar. Quando ele estava a ir embora para sobreviver à explosão lancei-lhe um forte ataque, mas ele conseguiu repeli-lo acabando por explodir eu com o planeta.

  Por sorte consegui sobreviver, mesmo desfeito no espaço, e o meu pai encontrou-m depois levou-me para um laboratório, onde todas as minhas parte destruidas se tornaram mecanicas. Passado um ano, fui à Terra com o meu pai e um exercito, para me vingar do Son Goku, e os meus poderes estavam duplicados! Quando chegá-mos, mandei exercito extreminar os habitantes do planeta, mas de repente apareceu um rapaz que matou o exerxito todo, depois disse que era um uper guerreiro, mas sá podia ser mentira! Mas ele era transformou-se e eu mesmo aterrorizado consegui atacá-lo Mas ele resistiu a tudo, até que de repente dei por mim cortado ao meio…”

Mega Dragon Ball

Mega Dragon Ball

Esta entrada foi publicada em Todos. ligação permanente.

3 respostas a Auto-Biografia de Freezer

  1. superdb diz:

    ficou legal , só esqueceu de contar do irmão dele o Coola , você poderia estar falando que ele lutou com Goku , e outras coisas

  2. superdb diz:

    Eu estavo explorando seu site , e estavo achando muito legal , só de ter 1 comenatrio é legal para um site ainda mais elogiando

    teu site , tem um ano ou não ?

  3. luso diz:

    porque voce ja não põe db cards?
    eu queria que voce puzese masi para eu amunter minha colecção

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s